Uma reflexão para mentes e corações abertos

“Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.” – 1 Coríntios 13:13

Quase um ano sem publicar! Mas Deus sabe de todas as coisas, foi o tempo necessário para refletir sobre a Palavra, aprender os ensinamentos do Espírito Santo de Deus e realmente aprendi muito e continuo no processo de aprendizado, graças à Deus!

Sempre tomei o cuidado de não escrever qualquer coisa, e muito criterioso se fosse algo de minha reflexão pessoal, para que eu seja apenas um instrumento do evangelho de Jesus, o Cristo.

“Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;” – Eclesiastes 3:7

Após todo esse período em silêncio, não tenho muito à dizer (rsrs), ainda mais porque não é na multidão de palavras que reside a sabedoria de Deus, e sim, em palavras simples para os corações humildes. Aconteceram muitos fatos desde a última publicação e muitas outros haverão de acontecer pelo cumprimento da Palavra. Como está escrito, muitos continuam suas vidas, rotinas, seu cotidiano sem perceber as mudanças graduais e drásticas que estão em andamento na sociedade, no mundo, tanto o mundo natural e principalmente o mundo espiritual.

Ah sim, levando em estima aos que não creem em Deus, é bem visível as mudanças no mundo natural e social, além do que, vale lembrar, palavra é espírito, e espírito é o que nós somos, o que pensamos, o que falamos. Palavra é espírito. Quantas vezes já não ouvimos a expressão: “Pegou o espírito da coisa?”, seja de uma atividade profissional ou recreativa, de uma ideologia, etc. Infelizmente como a humanidade escolheu o dinheiro como força motora, geradora principal do mecanismo da vida humana neste planeta, e ainda em um sistema falho (sim, falho, pois a miséria humana tem aumentado em progressão geométrica), o dinheiro influi diretamente no comportamento das pessoas.

“Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” – 1 Timóteo 6:10

“Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade.” – Eclesiastes 5:10

Já refleti aqui sobre o dinheiro várias vezes e a questão não é o $ em si, mas o que ele proporciona, o poder. E esse poder engloba a simples necessidade de obter o alimento do dia a dia, quanto as mais loucas ambições do sentimento humano. Mas também não vou entrar nestas questões neste momento. Mas independente de minha escolha estritamente pessoal por crer e amar Jesus, o dinheiro não rege minha vida, não é parâmetro de valores humanos, de sentimentos, atitudes. Isso não quer dizer que o dinheiro não tem sua importância em minha vida, pois vivemos num mundo capitalista, o dinheiro move o mundo e quem não vive de acordo com o mecanismo funcional dele, sofre consequências. Mas no meu caso, Deus tem me sustentado e me orientando à não colocar minha confiança no dinheiro em si e não abraçar a ideologia do dinheiro.

“Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;” – 1 Timóteo 6:17

“E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus.” – Lucas 4:4

A palavra de Deus nos ensina perfeitamente a lidar com a questão do dinheiro e não se deixar dominar pelos seus padrões ideológicos. O fato de escolher a Palavra de Deus como pão de cada dia, garante naturalmente que vivamos bem, em paz, com sabedoria. Jesus disse palavras sobre essa questão do dinheiro várias vezes e está registrado em notório sermão da montanha que é enfatizado em filmes de natal.

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” – Mateus 6:33

Deus é o próprio Amor, então buscar o seu reino em primeiro lugar, é buscar o verdadeiro amor.

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha;” – 1 Coríntios 13:4-8

Se assim Deus quiser, teremos outros assuntos por aqui, mas sugiro de todo meu coração, escolha o Amor ♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s