Uma reflexão para mentes e corações abertos

Negue-se a si mesmo

Mona-Lisa-Duckface-1“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;” – Mateus 16:24

Ah, as selfies… tão comuns hoje em dia após o advento da câmera frontal nos smartphones, se tornou um hábito diário para muitas pessoas, como escovar os dentes, tomar banho e fazer as refeições. Calma, não há nada de mal em tirar selfies, é divertido até mas como diz o velho ditado popular e até médico, tudo em demasia faz mal. Mas não é exatamente sobre selfies de celular que realmente quero falar e sim, de algo mais profundo, pois as selfies ou fotos de si mesmo são apenas um sintoma dentre tantos, de uma humanidade doente.

Como sempre procuro falar sobre comportamento humano e este texto não é um instrumento para persuadir alguém para se integrar à uma religião. Então o que vou falar sobre o evangelho e Jesus, é em relação aos pré-conceitos da sociedade e equívocos. O que me chamou a atenção foi uma publicação sobre uma declaração do novo líder do governo federal do Brasil pós afastamento da presidente eleita por voto direto no país. Também não vou entrar no mérito da questão em si. Bem, havia um comentário sobre o trecho do vídeo compartilhado, dizendo que o brasileiro não tinha que se preocupar com o islamismo e sim com outra coisa, obviamente falando sobre a ênfase que o novo líder do governo federal se pautava sobre religião, mas no sentido da origem da palavra sobre religar, e isso em vários aspectos, não apenas espirituais ou “religiosos” ou valores cristãos, e sobre sua afirmação de possuir fé em Deus para exercer seu cargo. Sim, o problema não é o islamismo em si, mas o ser humano que utiliza a fé e a religião como instituição espiritual para interesses político econômicos, de forma bélica. Esta pessoa insinuou que a chamada “bancada evangélica” no Congresso Nacional Federal Brasileiro quer implantar um regime repressor pautado em uma religião moralista que castra a liberdade da população em muitos aspectos.

“Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto;” – 1 Pedro 5:2

“E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos.” – Zacarias 4:6

É bem compreensível qualquer pessoa que não tenha real entendimento e conhecimento de quem de fato é Deus, pense que ser evangélico, significa ser uma pessoa não livre, cheia de regras e proibições.

“E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus?” – Marcos 12:24

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” – João 8:32

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.” – 1 Coríntios 10:23

Veja a situação: A crise político/econômica (sendo que a preocupação econômica é maior), foi mais um ingrediente para fermentar a massa da discórdia, intolerância e preconceito que cresce cada vez mais entre as pessoas. Me surpreende até certo ponto de onde partiu esta afirmação de uma possível fobia (Phobos está em alta atualmente) em relação ao evangelho de Jesus, o Cristo. Me surpreende pela origem do comentário, essa generalização, como se o próprio Jesus fosse um dos funcionários públicos da federação brasileira. Qualquer dúvida, leia também em 1Samuel 8.1-22

“Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.” – Mateus 24:5

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” – Mateus 7:21

Mas onde entra o selfie nisso tudo? EGO.

“Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, …” – 2 Timóteo 3:1,2

O selfie em si nada é, mas o que está no coração do ser humano é a verdadeira questão. Lembra do ditado popular, a boca fala do que o coração está cheio?

“Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” – Mateus 12:34

O evangelho ou Boas Novas de Jesus em sua essência, tirando o aspecto da salvação (isso levando em consideração em quem não acredita em Deus, em um mundo espiritual, vida pós-morte, etc), se trata da Lei do Amor. Sim, do verdadeiro amor que anula o ego e o individuo se coloca à disposição do bem estar do seu semelhante, sem buscar recompensas, reconhecimento, mérito, benefício próprio, mas apenas a ação pelo amor, se alegrando simplesmente pelo bem estar do seu semelhante, sendo que o favorecido jamais é imposto retribuir este gesto de amor. Se isto parece loucura, realmente o evangelho de Jesus Cristo é algo a se combater.

“Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mau; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;
E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes. Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?” – Mateus 5:38-47

Outros aspectos também são obstáculo para o repúdio ao evangelho: A igreja de Cristo. Não, definitivamente não estou falando de instituições que tem CNPJ, placas, denominações, mas o corpo de Jesus, a igreja sem paredes, composta por pessoas em todas as partes do planeta Terra. Na verdadeira igreja de Jesus, convivemos em amor fraternal sem distinção sócio/econômica/profissional/étnica/estética/sexual, não nos damos o direito de julgar e sequer condenar alguém, ninguém é inferior a nós mesmos, somos todos iguais. Talvez seja difícil uma pessoa de posses, estudos, boa aparência, aceitar conviver com um morador de rua e amá-lo sinceramente como se fosse um irmão de sangue natural

“Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.” – Filipenses 2:3

Enfim, há muitos obstáculos que o ego acrescenta na trajetória da  vida de uma pessoa, mas isso não significa que não possam ser removidos. Mas também se faz necessário reconhecer que alguns não podem ser removidos sozinho, em algum momento somos dependentes de alguém. Eu particularmente escolhi dentro da liberdade que me foi dada, ser totalmente dependente de Deus e afirmo que Ele não me obriga fazer nada, sempre me pede de forma muito gentil, como um pai amoroso.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s