Uma reflexão para mentes e corações abertos

We’re just a minor threat! (a treta é menor, uma ameaça insignificante…)

De um ponto de vista, bem que a letra da banda Minor Threat poderia ser de uma banda gospel, tirando uma e outra frase mais agressiva. Uma parte da música fala de se contentar com o que tem e ter só o que puder conseguir com sua capacidade. Existem alguns versículos e provérbios na bíblia que falam a mesma coisa. Mas enfim, não nesse contexto que a música de uma das minhas bandas preferidas de adolescência está para ilustrar este texto.

Mas tem haver com a última frase antes do refrão: “Pay no mind to us, we’re just a minor threat”, traduzindo: “Não preste atenção na gente,nós somos apenas uma ameaça insignificante”.
Ultimamente os ânimos se exaltaram por afirmações de pastores de alcance na midia televisiva, de evangélicos com cargos de funcionalismo público e suas declarações, criando uma generalização irracional de que o cristão é homofóbico, de direita, etc. Generalizar é uma droga mesmo, impede o intelecto do indivíduo de discernir as coisas como elas realmente são. É claro que existem evangélicos que são pré-conceituosos com os homossexuais e outros tipos de pessoas, mas isso não se restringe à uma “religião”. Pelo menos, não que isso seja mérito, não há casos de grupos e indivíduos evangélicos que saem por aí espancando homossexuais ou ofendendo verbalmente, não que eu saiba ou fique notório publicamente, se é que houve algum caso.
Se existem igrejas evangélicas pregando contra a homossexualidade, por acaso Jesus disse o que?
“Ide e apontai e condenai o pecado alheio de toda criatura”?
Peraí, mas não foi:

“Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” – Marcos 16:15 ?

Que eu saiba, é para anunciarmos as Boas Novas (afinal, evangelho é uma palavra grega que significa Boas Novas) da salvação pelo sangue de Jesus, o Cristo, que ele nos liberta das acusações do maligno se assim crermos e aceitá-lo em nosso coração e fazermos a sua vontade, de amar ao próximo como a nós mesmos, recebendo de graça e dando de graça o que de graça recebemos, sem esperarmos receber recompensa pelo que fizermos, mas por amor, e amor verdadeiro. De onde inventaram que os evangélicos tem que lutar contra o homossexualismo?! O evangelho é a lei do amor.

“Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens.” – Romanos 12:18

Quantos comentários ultra equivocados eu relatei sobre o medo da suposta possibilidade de um “Estado evangélico” que seria uma espécie de Matthew Hopkins para os homossexuais, que supostamente seria promovido pela tal “bancada evangélica” no Congresso Nacional em Brasília.
Que eu saiba até hoje, os atos agressivos e até os absurdos espancamentos e assassinatos de homossexuais são executados por pessoas que passam bem longe de uma igreja evangélica. Pessoas que nem tomam o conhecimento de Deus e até acham que Deus não existe. Mas enfim:

“Somos injuriados, e bendizemos; somos perseguidos, e sofremos; Somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos.” – 1 Coríntios 4:12-13

“E de todos sereis odiados por causa do meu nome.” – Lucas 21:17

Se você que por acaso encontrou este blog, não crê em Deus, em Jesus Cristo, como poderá ver em alguns dos textos aqui redigidos, não precisa ser evangélico pra ler, e nem em pensamento eu teria isso como condição. Todas as pessoas são iguais perante Deus e igualmente para mim. Apenas devemos ter uma conduta justa nessa sociedade, nessa vida. Se para você, que por acaso está lendo este texto, não se preocupe ou se aborreça, este blog não tem objetivo de convencer ninguém da existência de Deus, é apenas um espaço para reflexão de um ponto de vista de uma pessoa que tem fé em Jesus Cristo e respeita as pessoas, mesmo que algumas não respeitam e minha escolha pessoal, minha fé pessoal.
Não se preocupe, pelo menos os seguidores de Jesus que são sinceros de coração e compreendem o evangelho, não estão nem um pouco interessados em ajudar a criar um país totalitário, um comunismo Stalinista ou Maoísta, um Taliban “evangélico”, nem Jesus.

“Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.” – João 18:36

Então, do meu pessoal e particular ponto de vista sobre toda essa perca de tempo com conflitos desnecessários, canto alegremente o refrão:

“Pay no mind to us
We’re just a minor threat
WE’RE JUST A MINOR THREAT”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s