Uma reflexão para mentes e corações abertos

Olho por olho, dente por dente

Snap 2013-05-22 at 12.25.56

Antes que alguém pense que este texto visa denegrir alguma religião, sossegue o dedo do gatilho e não “sente o dedo”. Esta foto apareceu no mural do meu perfil do facebook e o que me chamou a atenção não foi a declaração de fé do motorista e sim o comentário ao lado da foto que eu grifei em vermelho. Esta não foi a primeira e é claro que não será a última vez que acontecerá algum caso como este de agressão gratuita. Já não deu esse assunto do Feliciano? O que a foto tem haver com o Feliciano? O Feliciano se pronunciou sobre essa foto e será que por acaso ele viu a foto? Bom, se eu fosse da mesma fé que esse motorista é, também me manifestaria da mesma maneira do publicador da foto, não acharia engraçado, ficaria feliz e orgulhoso pela atitude do motorista e daria um salve a entidade em questão.

Ok, podemos levar tudo na esfera do humor, que apenas a pessoa quis fazer uma piada com o polêmico Feliciano. Realmente é plausível usar esta argumentação, mas isso se for levado de uma maneira superficial, pois o simples fato da pessoa ter escrito algo contra o Feliciano numa foto que não tem absolutamente nada haver com o servidor público evangélico, revela o que está no coração da pessoa. Mas a tecla percutida incansavelmente como um ostinato, é que os evangélicos são pré-conceituosos e intolerantes. Como já disse antes, é um pensamento extremamente débil generalizar pessoas por cargos, profissões, gênero sexual, religioso, etc. Pessoas são pessoas, seres individuais e antes do Feliciano ser evangélico, ele é um ser humano com sua personalidade estritamente individual.

Creio que esta questão esteja bem clara e podemos comentar algo mais relacionado diretamente ao comentário sobre a foto, pois ela em si, não tem relevância neste texto, ela é apenas o direito de alguém se expressar livremente sobre a sua fé, sobre a confiança que a pessoa tem na fidelidade da entidade. Chega um momento em nossas vidas que devemos amadurecer, evoluir para patamares mais elevados de consciência como seres humanos e deixarmos de lado atitudes que nos proporcionam um prazer tão efêmero e pobre, como certas modalidades de humor que o mercado da vida nos oferece. Muitos podem dizer que estou tentando dar uma liçãozinha de moral, que estou bancando o certinho e tal. Sim, muitos podem dizer e achar isso mesmo, mas isso não me importa, pois não estou aqui para impor os meus valores de conduta para ninguém, não tenho esse direito e muito menos vontade. Cada um no seu quadrado, cada um viva como bem entender. Não somos todos livres?

Eu apenas me esforço em seguir o que Jesus Cristo me ensina, a amar as pessoas como ele amou, a amar as pessoas como eu amo a mim mesmo, a fazer ao próximo algo que eu gostaria que fizessem por mim e não pagar o mal com o mal.

“Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;” –  Mateus 5:39

As pessoas tem o direito de se vingarem, de retaliar, de pagar na mesma moeda e não posso condená-las. Alguém pode me acusar de estar julgando a pessoa que fez o comentário sobre a foto. Opa, vai com calma, eu não estou julgando a pessoa e muito menos condenando-a, nem sei quem ela é, apenas estou analisando uma atitude. É prudente analisarmos atitudes, julgarmos o que nos beneficia e o que nos prejudica.

Para não me demorar neste assunto, apenas coloco uma questão: Se alguma pessoa, situação, seja o que for, eu considere tão lamentável, que não me agrada, por que eu perderia meu tempo e me prejudicaria falando sobre ela? Há! Fui pego em contradição? Não estou aqui escrevendo sobre algo desagradável? Não, de maneira alguma, pois isso é uma reflexão, que me serve de exemplo para lembrar de nunca cair numa armadilha dessas e contaminar meu coração e expor uma situação para a edificação espiritual a quem que analisar comigo esta situação, de ver como são sutis os caminhos que nos levam a nos envenenar com negatividade.

Se o Feliciano é tão desprezível assim, porque eu falaria dele? Se os evangélicos são tão idiotas, porque eu me importaria com eles?

Como disse antes, ao ver a foto, não me causou algo para fazer uma piada e muito menos de me irritar, apenas vi alguém manifestando a sua fé.

ps.: O interessante é que muitas pessoas afirmam categoricamente que se alguém zomba, fala mal ou agride um homossexual, é porque no fundo é um enrustido. Mas como sempre, dois pesos, duas medidas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s