Uma reflexão para mentes e corações abertos

Evangélicos irmãos, não desrespeitem ao seu semelhante quanto a sua crença.

“E disse o SENHOR a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não te têm rejeitado a ti, antes a mim me têm rejeitado, para eu não reinar sobre eles.
Conforme a todas as obras que fizeram desde o dia em que os tirei do Egito até ao dia de hoje, a mim me deixaram, e a outros deuses serviram, assim também fazem a ti.
Agora, pois, ouve à sua voz, porém protesta-lhes solenemente, e declara-lhes qual será o costume do rei que houver de reinar sobre eles.” – 1 Samuel 8.7-9

Aqui neste trecho do livro do profeta Samuel, nosso Pai Celestial demonstra o livre arbítrio que deu ao ser humano, inclusive ao povo que ele escolheu como seu representante na Terra e o qual fez uma aliança. Deus é justo, se alguém não o aceita, ele não vai interferir em sua escolha pessoal e em sua vida. Se alguém não acredita em Deus e nem em sua existência, ele respeitará essa decisão e ele não existirá para quem não o aceita e não acredita. Então, se por circunstâncias da vida, algo acontecer de mal à essa pessoa, ela não poderá se queixar de Deus. Muitas vezes nestas ocasiões, os que não acreditam em Deus, usam estas situações para fundamentarem suas convicções sobre a não existência divina. “Se Deus existe, porquê ele não evitou tal tragédia? Inclusive tinham pessoas que acreditavam nele e morreram!”

Quanto a isto, temos alguns trechos bíblicos:

“E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.” –  Apocalipse 18:4

“Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.” –  Filipenses 1:21

“Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.” –  Mateus 5:45

“Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” – 1 Coríntios 15:19

Se em outras religiões a crença em Deus difere do que é documentado à seu respeito na bíblia e as condições espirituais que estão especificadas no Novo Testamento, pois a bíblia cristã (não a católica que contém os livros apócrifos) é o único reconhecido pelo próprio Deus como sua Palavra, as pessoas não poderão contar com atitudes de Deus segundo suas religiões.

Estes não são assuntos que são o principal deste post, pois como o título diz, o assunto é outro. Estas questões são apenas detalhes que auxiliam o entendimento do assunto principal. Se Deus respeita a escolha de cada indivíduo, porquê seus seguidores não farão o mesmo?

Ora, não é a primeira vez que deparo com notícias de evangélicos ofendendo outras religiões e pior ainda, as pessoas que segundo Deus, são todas iguais perante a seus olhos. Mais uma vez eu recebí a notícia de que evangélicos tentaram invadir um templo de uma religião afro-brasileira e outra que alguns que se diziam crentes, invadiram outro local de culto e destruíram as imagens dos santos da respectiva religião. Não adianta argumentar que na bíblia Deus mandou destruir altares de outros deuses, pois isso foi feito pela consciência do povo israelita e dentro de sua nação. E além disso, muita coisa mudou em termos de costumes e leis na face da terra e ainda são diferentes naquelas regiões. Quando se cumpriu a Lei de Deus no Antigo Testamento, as coisas mudaram com o Novo Testamento.

Alguns vão me dizer que os tais que fazem estas coisas, não são evangélicos de verdade. De fato não são. Os seguidores verdadeiros de Jesus Cristo procuram andar da maneira que ele andou quando esteve aqui na terra nos ensinando. Não se vê em nenhum momento Jesus criticando outra crença, acusando alguém, a não ser, os que ele chamou de hipócritas, os religiosos da época, os que se diziam adoradores de Deus e não viviam de acordo com o que pregavam, ensinavam e impunham às pessoas. O tal do “faça o que eu digo, não o que eu faço”.

“E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?
E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.” – João 8.11

Este é o famoso texto em que se extraiu a frase “Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.” Ora, era a lei que vigorava e ainda vigora em várias nações no Oriente, o Código de Hamurabi, a lei de Talião, o direito de retaliação, o olho por olho – dente por dente, segundo a vontade do homem, não de Deus (mais uma prova de que Deus não intefere na liberdade que o ser humano escolheu).

“Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda.” – Judas 1:9

Este texto é um exemplo aos crentes, evangélicos, cristãos, que andam por aí amaldiçoando as pessoas que não acreditam em Deus ou seguem outras crenças e religiões. Não é o bastante? Mais uma então:

“Mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.” – Tiago 3.8-10

O evangélico é aquele que anuncia o evangelho, palavra de origem grega (euangelion), que significa Boas Novas, ou seja, evangélico é aquele que anuncia as Boas Novas da chegada do Reino de Deus, que é um reino espiritual.

Uma pergunta retórica: É desrespeitando a crença alheia, dizendo que tal religião é do mal, do diabo, quebrando imagens, tentando invadir templos e tumultuar cultos e cerimônias de outras religiões, dizendo às pessoas se elas não forem para a igreja evangélica elas irão para o inferno, se não aceitarem Jesus, queimarão no inferno, é realmente anunciar as Boas Novas?

“Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.” – Romanos 10:15

“Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens.” –  Romanos 12:18

“E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa.” – Lucas 10:5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s